Três Coisas que Estudantes de Nível Básico em Inglês Precisam Fazer ao Viajar para Fora

Digamos que você quer viajar para um país de língua inglesa para conhecer a cultura e ter uma experiência fora. Ao final da viagem, você percebe que não aprendeu quase nada do que gostaria… não deixe que isso aconteça com você!

Faça parte da Comunidade do Real Life English

Neste artigo você irá aprender três maneiras de acelerar seu processo de aprendizagem em inglês e de como maximizar seu aproveitamento quando for fazer uma viagem ao exterior. No entanto, tais dicas são também grandes desafios a serem enfrentados quando se está aprendendo uma nova língua.

Você pode não querer ouvir o que está escrito aqui. Mas se quer mesmo melhorar seu inglês, você precisa levar em conta esses três tópicos.

Aqui estão:

1. Quanto mais você se esforça, mais rápido irá aprender.

Esforçar-se significa se colocar em situações em que você está fora da sua zona de conforto. Situações que te levariam a falar ou ter que entender inglês, ou ao menos tentar. Conversar com pessoas em inglês, ir a aulas e workshops em inglês (se você mora em Belo Horizonte – onde o RLE está situado – junte-se a nós pelo nosso grupo do Facebook e receba convites dos eventos – temos picnic e aulas de yoga todos os domingos!).

Sim, esforçar-se é desconfortável, mas é o que vai te ajudar a aprender.

É difícil aprender algo novo sem se colocar em situações em que você se sentirá desconfortável.

Faz parte do aprendizado esforçar-se com pessoas que estão mais a frente que você. Aprender uma nova língua aumenta o sentimento de desconforto, uma vez que não é algo que se faz sozinho (como aprender a ler); você tem que se comunicar com outras pessoas.

Mas você nunca irá aprender caso não se esforce. Aprender a ficar confortável em situações difíceis vai te ajudar não só a acelerar seu processo de linguagem, mas também melhorar quase todos os aspectos da sua vida.

Você sente medo por alguma razão, logo, você sabe exatamente o que precisa fazer. Se você está em uma viagem ao exterior e está com medo de perguntar onde fica tal lugar, é exatamente isto que você deve fazer. Se você está com medo de ir a um evento de inglês porque não pensa que seu inglês é bom o suficiente, novamente, é exatamente isso que você deve fazer!

Continuando, quando eu digo que qualquer que seja o seu medo, você tem que enfrentá-lo, não estou dizendo para ignorar o senso comum.  Se você tem medo de atravessar uma avenida sem sinal de trânsito, seu medo faz sentido. Mas quando o medo se remete a algo que vem da sua cabeça, que não resulta em dor ou morte, é melhor que você o enfrente.

Acostume-se a estar desconfortável, acostume-se a se esforçar e você vai acelerar seu processo de crescimento para um nível muito além do esperado.

2. Quanto mais você se comportar como um estudante de nível básico, mais você vai aprender.

Muitas pessoas não gostam de mostrar que são iniciantes. Elas não gostam de admitir que não sabem como se comunicar.

Se você não entende por completo o que alguém diz, é sempre mais fácil fazer que sim com a cabeça e fingir que sabe do que perguntar de novo.

Mostrar às pessoas que você é iniciante no que quer que seja, ou que sabe menos do que gostaria, pode ser desconfortável. Mas, como falei acima, é melhor para o seu inglês se você se esforçar como se fosse um aluno básico.

Morando no Brasil, vejo que isso acontece muito com os brasileiros. A maioria com os quais eu conversei me pedem desculpas pelo seu nível de inglês. Em outras palavras, eles estão envergonhados com seu nível e têm problemas em serem iniciantes.

MAS SER UM INICIANTE NÃO É NADA DEMAIS. Todos foram iniciantes em algo e em algum momento de suas vidas! Não há motivos para se desculpar nem para se envergonhar.

Abrace a ideia de ser um iniciante. Quanto mais você esconde suas incapacidades, mais devagar será seu aprendizado.

Esse é um problema pessoal meu em aprender português. Às vezes, quando alguém fala em português e eu não entendo, eu só mexo com a cabeça sinalizando um “sim”. Mas isso causa problemas… dá a impressão de que você é tímido, entre outras coisas.

Quando suas respostas são desinteressantes e curtas, a impressão que fica é que você não quer conversar. Logo, se você não dá algo de si para a conversa, porque alguém iria querer falar com você? Respostas desinteressadas não são boas para seu aprendizado.

Se você disser que não entendeu, aí sim a outra pessoa vai perceber que você não é completamente fluente e vai entender a situação. Você não vai mais ser aquela pessoa que evita conversar e interagir com outras, vai somente entender parte da conversa e não tudo.

Conversar com um iniciante é muito mais interessante do que conversar com alguém que evita conversar!

Então lembre-se: fingir que está entendendo só vai te afastar das pessoas. Sim, vai parecer que você as compreendeu, mas vai parecer que você está evitando conversar.

Se alguém disser algo e você não entender, diga a ela que repita. Se você continuar não entendendo, peça para repetir mais devagar. Se, ainda, você não entender, tudo bem! Fingir que entendeu só vai arruinar sua habilidade de se conectar com pessoas. É o que nos leva à próxima seção…

3. Quanto mais você irritar as pessoas, mais rápido irá aprender.

Uma das razões pelas quais as pessoas fingem entender é porque não querem irritar o locutor.  Elas pensam que, se ficarem pedindo para repetir, para falar mais devagar, ou se disserem que não entenderam, a outra pessoa vai se irritar, julgá-las ou simplesmente parar de conversar.

Bom, se isso acontecer, ÓTIMO. Se alguém se irrita pelo fato de que você não entende o que ele ou ela está falando, então, provavelmente, esse não é alguém com o qual você quer fazer amizade. Você quer pessoas que falam inglês que são pacientes e entendem o processo pelo qual você está passando. Se você está conversando com alguém que se irrita facilmente com você, encontre outra pessoa para conversar!

Pessoas que se irritam com você não são boas para o seu aprendizado.  Então… irrite o maior número de pessoas possível. No entanto, isso não significa irritar alguém pelo simples fato de fazê-lo. Significa que, quando você não entender o que elas estão falando, PRONUNCIE-SE.

Pessoas pacientes e compreensíveis preferem que você diga honestamente que não entendeu do que que finjam o contrário. Pessoas que querem realmente conversar, sair, são pessoas que serão pacientes com você.

Outro ponto importante é que saber se comunicar claramente é crucial em certas situações importantes e até mesmo para sua segurança. Imagine, por exemplo, que você estivesse escalando e dissesse a alguém “Se eu cair, por favor, não deixe que minha cabeça bata na pedra.” e você faz que sim com a cabeça. Em seguida você começa a mexer no seu celular e nem percebe que a outra pessoa começou a escalar. Ela cai e, como você não estava preparado para ajudá-la, ela cai com a cabeça na pedra. Este desastre poderia ser prevenido se você não estivesse com medo de irritá-la…

Conclusão

Espere ficar constrangido. Espere não ser compreendido. Espere pelo esforço que você terá que fazer e espere irritar pessoas!

Quando você está aprendendo uma língua nova, é obrigatório que você passe por essas situações. Passe pela parte difícil agora ou fique dez anos tentando aprender a falar outra língua

Então levante-se e enfrente o mundo de cara!