Três Pontos Positivos e Três Pontos Negativos sobre a Cultura Brasileira

Por ser um gringo recém-chegado no Brasil, pude perceber algumas diferenças culturais entre o Brasil e os Estados Unidos. Algumas delas podem até mesmo gerar problemas, como por exemplo:

Como acabei de chegar, eu venho tentando de várias formas me integrar à cultura do país e conhecer as pessoas daqui. Algumas semanas após minha chegada, fui finalmente convidado para minha primeira festa e fiquei muito animado! Seria uma ótima oportunidade para fazer amigos, praticar meu português e conhecer um pouco das festas brasileiras. leia “O que os gringos realmente acham do brasil”

Read this article in English  |   Entre na comunidade internacional de Real Life

Um dos meus alunos queria aula de inglês no dia seguinte, mas como eu realmente queria me divertir na festa, disse a ele que não seria possível termos aula naquele dia, mesmo que eu realmente precisasse do dinheiro.

Quando finalmente o dia chegou, eu estava tão animado que não podia pensar em mais nada. Me avisaram que a festa começaria às 9:00h da noite, mas eu me atrasei um pouco e cheguei às 9:15h. Cheguei até a porta e consegui ver através da janela que havia uma família jantando…

Não sabia o que fazer. Eu nem conhecia o anfitrião da casa! Liguei para o meu amigo, o que me convidou para a festa, e ele não atendeu. Pensei que, talvez, a festa tinha sido cancelada…

Ainda esperei por algum tempo, ou para que meu amigo me ligasse, mas por fim fui embora para casa, triste e derrotado.

Fui para casa assistir um filme e esquecer a festa.

Às 1:00h da manhã acordei com o som do meu telefone. O amigo que me havia convidado para a festa estava me ligando. Atendi e ele disse que a festa estava ótima e me perguntou o porquê de eu não estar lá…

Mal eu sabia da diferença do conceito brasileiro de tempo que, com relação ao meu, é tão diferente. Achei muito ruim perder a festa por não conhecer muito sobre a cultura brasileira. Mas com certeza aprendi a lição…

As Qualidades e os Defeitos da Cultura Brasileira

Moro no Brasil há mais ou menos quatro meses, tempo suficiente para que eu já tenha alguma noção das diferenças culturais com os Estados Unidos, que foi onde eu nasci e fui criado.

A principal razão que me levou a escrever este artigo foi para que os nossos leitores brasileiros vejam como nós, americanos, os interpretamos. Dessa forma, eles podem perceber como seus hábitos e estilos de vida são vistos.

Quando se está imerso a uma cultura, torna-se complicado distanciar-se da mesma o suficiente para enxergá-la da mesma forma que uma pessoa “de fora” dela. Isso acontece, simplesmente, porque todos a sua volta estão agindo da mesma forma que você.

Assim sendo, quando um estrangeiro chega, eles podem ser capazes de perceber coisas acerca da sua cultura que você mesmo pode nunca ter reparado. Mesmo que você já tenha pensado a respeito, talvez um estrangeiro (como eu!) possa te mostrar uma perspectiva diferente.

Você pode não concordar com tudo o que virá a seguir neste artigo, não tem problema! No entanto, recomendo que você se abra ao que alguém, que veio de outra cultura, tem a dizer sobre o estilo de vida brasileiro.

Sem mais delongas, vamos começar com os aspectos positivos da cultura brasileira!

Qualidades

1. Brasileiros são Pacientes

Diferentemente dos americanos, que são obcecados com eficiência e com conseguir tudo pronto o mais rápido possível, os brasileiros são, geralmente, menos apressados. Eles não aparentam se estressarem com coisas mínimas como os americanos.

Pessoas pacientes são muito mais agradáveis de conviver do que aquelas apressadas. Elas tendem a perceber os prazeres nas pequenas coisas da vida e, por essa razão, adoecem menos.

Em outras palavras, brasileiros são mais suscetíveis a stop and smell the roses – uma expressão do inglês que significa “parar de reclamar e relaxar, não se estressar demais e apreciar o que se tem no momento”.

2. Brasileiros são Calorosos e Receptivos

Já ouvi falar bastante de como os brasileiros são calorosos com pessoas que não conhecem. Existem vários exemplos, mas quero falar de um que talvez vocês não tenham prestado atenção…

Uma das primeiras coisas que notei quando cheguei aqui foi como as pessoas se sentem confortáveis ao se olharem nos olhos.

Muitos americanos ficam muito desconfortáveis nessas situações; nas ruas, quase ninguém olha nos olhos das outras pessoas. E, se caso você olha nos olhos de alguém, dura uma fração de segundo.

Quando você não olha nos olhos de estranhos, fica muito mais difícil se aproximar e começar uma conversa. Ainda, quando alguém é inseguro com relação a olhar nos olhos, isto está normalmente associado a inseguranças ou à ansiedade.  Nesse sentido, os brasileiros são mais confortáveis consigo mesmos.

Por este fato sozinho nota-se que os brasileiros são mais calorosos e convidativos.

3. A Cultura Brasileira é Menos Individualista e Mais Social.

Tanto a cultura individualista quanto a social tem aspectos positivos e negativos.

Culturas individualistas podem isolar as pessoas e desconectá-las do mundo, enquanto que as sociais podem levar à conformidade e à falta de livre-expressão.

Culturas individualistas levam pessoas a pensarem de maneira crítica, a adotarem seus dons e suas perspectivas únicas e em sua habilidade de prosperar. Culturais sociais tendem a produzir pessoas que se sentem bastante confortáveis em ambientes sociais, que possuem um senso de comunidade com as pessoas a sua volta e com a natureza. Isso inclui profundos laços familiares, criando famílias muito próximas e que vivem muito felizes juntas.

Como dito acima, embora ambas tenham pontos positivos e negativos, as culturas social e individualista se complementam de forma perfeita.

Dessa forma, tenha você crescido em um ambiente cultural individualista ou social, você pode tirar os benefícios de cada uma. Entretanto, passar um tempo morando em uma cultura diferente da que você foi criado(a) pode te levar a um crescimento mais rápido.

O terceiro ponto positivo possui duas mensagens: a primeira é que o Brasil é um ótimo país para estadunidenses visitarem. A segunda é que os Estados Unidos são um ótimo país para brasileiros conhecerem também!

Agora que você já está se sentindo bem depois de ler as qualidades, vamos dar uma olhada nas coisas ruins nos defeitos que os brasileiros podem melhorar…

 

Os Defeitos

1. Brasileiros são Sensíveis às Opiniões de Estrangeiros Sobre seu País. 

Por alguma razão, os brasileiros são muito preocupados com relação ao que as outras pessoas falam acerca de seu país. Para mais informações, dê uma olhada no artigo Esteriótipos dos Gringos: o que os Gringos Realmente Acham do Brasil?

Conheci várias pessoas que não gostam de carnaval por ele causar uma má impressão acerca do Brasil.

Por um lado, eles falam mal do governo e dos aspectos negativos da cultura brasileira. No entanto, ficam chateados se escutam um estrangeiro falar exatamente a mesma coisa. Você também faz isso?

Tivemos uma votação na comunidade do Real Life English no Facebook sobre como os brasileiros pensavam que os estrangeiros enxergavam seu país. Quase TODOS tinham coisas negativas a dizer. Tinha, talvez, uma ou duas respostas em meio às demais que falava algo de positivo.

Por que vocês acham que as pessoas pensam mal a respeito do Brasil? A meu ver, a realidade é o exato oposto.

Acredito que essa atitude tenha muito a ver com o estilo de cultura brasileiro, o social. Os brasileiros ficam muito apegados com a imagem do seu país, como se fosse a sua própria.

Eu não percebo essa mesma atitude nos Estados Unidos, de forma alguma. Quando os estrangeiros criticam o país, muitos estadunidenses concordam imediatamente.

No entanto, por outro lado, alguns americanos são tão centrados em si que não permitem que outros pontos de vista, como os de estrangeiros, entrem em sua consciência. Eles simplesmente acham que os Estados Unidos é o melhor país do mundo e fim.

Por exemplo, quando os estadunidenses criticam os Estados Unidos, a resposta mais estereotipada é: “Se você não gosta dos Estados Unidos, você pode ir simplesmente ir embora”.

Olhando por outro lado, ser apaixonado pelo seu país e se importar com ele são coisas muito boas.

2. Brasileiros NÃO CORRIGEM as Pessoas Quando Elas Falam Português.

Estou aprendendo o português e considero os brasileiros muito indisciplinados quanto a corrigir os gringos.

É claro que você não precisa corrigir tudo o que alguém diz. No entanto, quando ouvir alguma estrutura ou palavra pronunciada de forma errada, corrija quem falou. O fato de você saber o que a pessoa quis dizer não quer dizer que todos saberão.

Quando você não corrige o português de quem está aprendendo, você impede que aquela pessoa melhore sua fluência e faz com que ela demore mais para aprender o idioma.

Talvez, a razão pela qual o português é uma língua “difícil de aprender” deve-se ao fato de que os brasileiros não ajudam os estrangeiros com a língua!

Eu sei que os brasileiros são muito educados e têm receio de que a pessoa se chateie com as correções. Eles não querem parecer convencidos condescendentes pelo fato de corrigir as pessoas no português.

Não se preocupe em magoar ninguém. A maioria das pessoas gosta quando é corrigida, uma vez que elas querem aprender como falar corretamente. Você não precisa estar em sala de aula para ensinar alguém.

Ao corrigir alguém, tenha em mente que você precisa ser gentil. Por exemplo, se algum aluno meu de inglês diz: “I never been to the United States”, eu o corrigiria dizendo: “Oh, so you HAVE never been to the United States?”. Dessa forma eles corrigem a si mesmos dizendo: “Yes, I have never been to the United States”. Assim a conversa não é interrompida.

Outra maneira de corrigir alguém é quando se nota uma palavra mal pronunciada. É só gravar aquela palavra para que, quando a conversa der uma pausa, você possa lembra a pessoa da forma correta de pronunciá-la.

Falantes do inglês são muito conhecidos por corrigir o inglês das outras pessoas. Até mesmo o inglês dos nativos! É comum até mesmo, na internet, as pessoas saírem um pouco controle corrigindo todo e qualquer erro gramatical de inglês (essas pessoas são conhecidas como “nazistas da gramática” – grammar nazis)

Então, por favor, corrijam as pessoas em seu português!

3. Brasileiros São, Geralmente, Atrasados/Relaxados

Os brasileiros simplesmente não parecem se preocupar em fazer o que dizem que vão fazer quando o assunto é horário marcado.

Como americano, se você diz que irá até minha casa às 8 horas, eu te espero em minha casa às 8:00h e não às 8:30h. Esse foi o problema discutido no começo do artigo.

Você pode pensar que sou um Americano estressado e com pressa o tempo todo, mas não é esse o ponto.

O ponto é o motivo dos brasileiros não se preocuparem em fazer o que dizem que vão fazer. Por que isso acontece? Porque há uma cultura comum de haver sempre uma desculpa.

Se você não sabe que horas vai chegar, se EXPRESSE sobre isso. Se você não sabe se vai a algum lugar, comunique também.

É claro, às vezes coisas acontecem que você não pode controlar. Você não vai ser pontual o tempo todo, mas isso não significa que você precisa chegar atrasado o tempo todo também.

Do ponto de vista de outras culturas, não ser pontual significa que você não respeita o tempo do outro.

Novamente, não estou abordando o assunto de “o que importa se eu estou um pouquinho atrasado?”. A questão é fazer o que se diz que vai fazer, é sobre integridade.

No entanto, eu entendo esse aspecto dos brasileiros, uma vez que eles têm uma concepção de tempo diferente, mais pacientes, relaxados, vivendo no momento.

Conclusão

Não entenda mal este artigo. O Brasil é um dos meus países preferidos e é por esse motivo que estou morando aqui. É por amor ao Brasil e à sua cultura que escrevi este texto.

No entanto, se há algo que você possa aprender aqui, que seja o seguinte: corrijam o português das pessoas! Lembrem-se, uma das razões pelas quais o português é “uma língua difícil de aprender” é porque os brasileiros não corrigem estrangeiros que estão aprendendo!